Reservar Agora →

City&Sea

Cidade e praia. O Rio vive 24 horas por dia e encanta por sua riqueza natural e vida cultural tão únicas no mundo. Veja nossas dicas de lugares, exposições e pessoas que merecem ser conhecidos para você experimentar a real essência carioca.

Bares e Vida Noturna

De bar em bar

A alegria carioca pode ser definida com uma mesa num bar, muitos amigos ao redor, bate papo, petiscos e bebidas. Traços da nossa boemia fazem parte da vida diurnal e noturna do Rio e ganha vida nos diversos bares para todos os tipos e gostos. Veja aonde ir aqui em Ipanema:

Astor
“A casa em Ipanema é um sucesso: além de viver cheia, ganhou, só nesta edição do “Comer & Beber”, cinco indicações em categorias diferentes – caipirinha, para paquerar, cozinha, barman e chope. Negócio do grupo Cia. Tradicional de Comércio, com matriz em São Paulo e inspirado em antigos bares cariocas, o estabelecimento encontrou no Rio o seu melhor desempenho. Longas filas aguardam quem busca lugar no salão ou na agradável varanda voltada para a orla. Paulo Freitas, ex-Bar do Copa, orienta e monitora a feitura de drinques como o aromático mare, da carta de variações em torno do gim-tônica, preparado com o destilado, água tônica, azeitona verde e um buquê de tomilho, manjericão e alecrim. Entre os clássicos, o bloody mary traz uma encorpada mistura de suco de tomate temperado e vodca. Da cozinha saem delícias como o bolinho de arroz e a besteira à milanesa, um canapé quente de filé empanado com queijo. Para fomes maiores, valem a pedida o picadinho astor, que traz filé picado na ponta da faca, caldo de feijão, pastéis de queijo, ovo poché, banana à milanesa e farofa, ou o condimentado steak tartare guarnecido de batata frita.” (Resenha Veja Rio) Fica em: Avenida Vieira Souto, 110. 2523-0085.

Bar do Beto
“Apesar do ambiente moderninho, com lustres de desenho arrojado e revestimento de madeira, resultado de uma reforma feita há dois anos, ainda se trata de um tradicional reduto de chope no bairro. Da Brahma, a bebida servida na caldeireta é boa pedida para tabelar com o trivial rol de belisquetes. Entre os tira-gostos mais pedidos estão o frango à passarinho e o filé-mignon aperitivo. Também agradam a trilogia de pastéis de queijo, carne ou camarão e a fornida porção de lula empanada acompanhada de molho tártaro. Feijoada por lá é prato para todo dia, servido em porções para uma ou duas pessoas.” (Resenha Veja Rio) Fica em: Rua Farme de Amoedo, 51. 2523-1105

Barzin
“Localizado em um quarteirão notívago de Ipanema, este ponto é conhecido não só pelo quarteto que o comanda (o ator Bruno de Luca, o piloto Cacá Bueno, o cantor Di Ferrero, da banda NX Zero, e o rapper Tulio Dek), mas também pelas festas que ocorrem no 3º piso, de terça a domingo. De seu bar saem drinques como o talita, uma taça com espumante, licor de melancia e limão-siciliano, Se preferir um chope, a alternativa é o Stella Artois. Para mastigar, peça o bolinho de acarajé ou o de galinha com pequi, ambos em porções com oito unidades. Se a fome for de algo mais substancioso, uma pedida é o atum com gergelim teriyaki, acompanhado de purê de baroa e aspargos.” (Resenha Veja Rio) Fica em: Rua Vinicius de Moraes, 75. 2522.1809

Venga!
“Quando decidiu abrir uma casa de tapas no Rio, Fernando Kaplan foi à fonte. Depois de uma vasta pesquisa de campo na Espanha, abriu o salão no Leblon. A despeito das adaptações ao paladar carioca, o cardápio procura se manter fiel à tradição ibérica das receitas em pequenas porções feitas com ingredientes de qualidade. Já viraram clássicos o pulpo a la gallega, polvo com páprica e batatas, e o huevo loco, cama de creme de batata sob chouriço e presunto serrano coroados com um ovo poché. Tem até dica doce: o imperdível churro com chocolate. No ano passado, a loja de Ipanema ganhou inspirada carta de drinques, com opções como o bilbao, reunião de licor espanhol pacharán e água de flor de laranjeira, além de sucos de limão-siciliano e de cranberry. Outra dica é a refrescante sangria da casa preparada com vinho branco, refrigerante de limão, licor de laranja e frutas.” Fica em: Rua Garcia D’Ávila, 147. 2247-0234

Barthodomeu
“No amplo casarão da Rua Maria Quitéria, o movimento divide-se em dois turnos. A proximidade da praia garante o chope no fim da tarde e a variada programação musical ao vivo, oferecida a partir das 19h, é opção atraente para a noitada. Tatiana Abramant, a chef, assina o cardápio repleto de fornidas combinações. Uma delas, o mix barthodomeu, reúne carne-seca acebolada, calabresa flambada, costelinha crocante, aipim frito, farofa e manteiga de garrafa. Outra sugestão é o combo que traz camarão à milanesa, lula à dorée, gurjão de peixe e croquete de bacalhau. Dica para dividir, a caipirinha chega no copão de 1,5 litro, nos sabores morango, lima-da-pérsia, limão, maracujá, frutas vermelhas e abacaxi.” (Resenha Veja Rio) Fica em: Rua Maria Quitéria, 46. 2247-8609

Garota de Ipanema
“Uma história sustenta o endereço: bebericando por lá, Vinicius de Moraes e Tom Jobim avistaram Helô Pinheiro em seu doce balanço a caminho do mar e compuseram o hit internacional que acabou por batizar o então Bar Veloso. Pelo salão que virou ponto turístico, decorado com um foto da garota de Ipanema no auge da juventude, circulam chope Brahma e a brasileiríssima caipirinha de limão. Trivial, a lista de tira-gostos conta com bolinho de queijo, frango à passarinho e bolinho de bacalhau. Também têm seus adeptos pratos como o camarão à milanesa com arroz à grega e a fornida picanha acompanhada de arroz à grega, batata frita, farofa à brasileira e molho à campanha.” (Resenha Veja Rio) Fica em: Rua Vinícius de Morais, 49. 2522-0340

Foto: Astor (divulgação)

Teatro Odisséia
Av. Mem de Sá 66
Rio de Janeiro, Brazil

PHONE:
55-21-2224-6367

HOURS:
Thur-Sun 9 p.m. to 5 a.m.
Capacity: 600

WEBSITE:
teatroodisseia.com.br

Credit cards not accepted

View on Google Maps